Na quinta-feira passada eu e duas amigas minhas partimos rumo a Amsterdão para conhecer e visitar um amigo nosso que vive nos arredores. Foi uma viagem espontânea, não pensámos muito no assunto com antecedência.  Sempre falámos que queríamos fazer uma viagem juntas, mas já sabem como estas coisas são. Fala-se mas nunca se planeia efectivamente nada, porque é complicado conciliar tudo e vai-se adiando. No entanto, um amigo nosso está lá a tirar o doutoramento e estava sempre a convidar-nos para irmos lá passar uns dias. Assim juntámos o útil ao agradável. Depois de um jantar entre nós dissemos "vamos?" e marcou-se sem cortes, sem desculpas sem adiar mais!

Girls this is my travel report of Amsterdam! I was there last weekend so I thought about sharing some of the places I visited there! Since it's so much text, I just wrote it in Portuguese! 
One big kiss! 

Partimos na quinta-feira à noite e chegámos a Amsterdão por volta da meia noite. Depois disso fomos directas para a casa do nosso amigo e, na sexta-feira, fomos conhecer Amsterdão. 

Amsterdão é uma cidade completamente diferente de todas as que já conheci. Tem uma vibe muito própria e característica da cidade, muito "sua" sabem? Não é padronizada, no sentido em que é tudo normal mesmo o que não nos parece assim tão normal o que acaba por ter muita graça. É inegável a atração que causa. É descontraída e espontânea, com uma arquitectura maravilhosa, tudo tão bonito! É uma cidade para explorar a pé (ou de bicicleta), para absorver a atmosfera e apreciar os inúmeros canais. 

As pessoas são simpáticas e claramente adoram sol e esplanadas. Mas aqui também se encontra de tudo. Não há regras, não há comportamentos "normais" e ninguém quer sinceramente saber do que se passa a dois metros de si, ou seja, notei que as pessoas não se concentram nos outros nem em perder tempo a fazer julgamentos de valor de outros mas preocupam-se sim consigo próprias e isso é uma coisa que adoro. 

Tivemos imensa sorte com o tempo, o que ajudou a tornar tudo melhor (ainda assim não me escapei de vir com uma gripe de lá - tanto apanhámos temperaturas a rondar os dois graus (à noite) como os vinte graus durante o dia, o que tornava difícil levar roupa que desse para as duas situações sem voltar a casa).

Ter alguém de lá connosco ajudou a termos outra visão da cidade (e ainda visitámos zonas menos turísticas sem ser Amsterdão o que foi giro para termos uma ideia mais concreta de como é viver na Holanda.) Assim deixo-vos algumas recomendações em Amsterdão. 

Experiências 
  • Amsterdão é a cidade das bicicletas. Nunca tinha visto nada assim com tantas bicicletas, por isso, recomendo muito alugarem uma bicicleta e deslocarem-se por lá como holandeses. Tem muita graça! Num dos dias que não fomos a Amsterdão e ficámos pela cidade de Urtrech andámos imenso de bicicleta o tempo todo e fomos para sítios não tão turísticos (e que se não fosse pelo nosso amigo viver lá nunca conheceríamos e valeu super a pena). 
  • Passeio pelos Canais. Amsterdão tem tantos canais! Eu juro que não sabia que haviam tantos! Fizemos um passeio de setenta minutos pelos canais e adorámos. Vale muito a pena fazer a visita pelos canais de Herengracht e Keizersgracht. Neste passeio vimos mais de perto as casas flutuantes pelos canais e o tour valeu imenso a pena para conhecermos um pouco melhor a história da cidade. Vimos a casa mais estreita da cidade - a singel 7 - apenas com um metro e vinte e cinco de largura ahaha! Apanhámos o tour mesmo em frente à casa de Anne Frank e o nosso guia era bastante simpático. Até recomendava o nome do barco, mas já não me lembro mesmo!
  • Red Light District - Ora bem, a  Red Light District é uma zona peculiar da cidade com animação sem tabus. Sim, é a zona onde de grandes excessos e que nos apanhou às três completamente desprevenidas - no sentido de ser realmente muito fora de tudo o que tínhamos pensado ver. Tem imensa imensa gente. Arrisco-me a dizer que nunca estive num sítio em cidade nenhuma com tanta gente como ali. Como sabem, a prostituição é considerada uma profissão na Holanda, e portanto, existem muitas ofertas nesse sentido por ali. Não é um bairro em nada perigoso (nenhuma de nós sentiu qualquer perigo durante a noite), no entanto, é bom ter cuidado com telemóveis e câmeras essas coisas de maior valor. Também não se pode tirar fotos na zona (principalmente às montras, por isso, não precisam (ou tentem) não levar o telefone na mão). 
  • Coffee Shops - Não se deixem enganar pelo nome. As coffee shops em Amsterdão não são sítios para beber café, mas sim para comprar e consumir algum space cake entre outras coisas! É uma cidade muito liberal. Fuma-se erva em todo o lado e realmente nota-se que é uma cidade com uma mente super aberta.
 Para conhecer:
- Central Station - Provavelmente passarão sempre por aqui nem que seja à chegada e à partida. É a estação principal de Amsterdão onde circularam 1400 comboios diários. O edifício foi construído em 1880 e tem um estilo neorrenascentista. 
- Dam Square - Uma praça enorme com um ambiente muito cool onde podem encontrar artistas de rua com diferentes performances;
- Rijksmuseum - O espectacular museu nacional holandês com mais de 8000 peças - é impossível ver tudo numa só visita. Na parte de trás do museu tem um jardim maravilhoso com cadeiras para relaxar e apanhar sol (e cafés como o Groot Café).
Van Gogh Museum - É o museu mais completo do artista com mais de 200 pinturas de Van Gogh.
Anne Frank Huis - É um dos locais mais conhecidos de Amsterdão e tem sempre muita fila. Recomendo comprar o bilhete online com alguma antecedência para evitar esperar muito tempo.
Bloemenmarkt - É o mercado de flores mais conhecido de Amsterdão. É enorme e com muito movimento!
Magna Plaza - Centro comercial construído em 1895 com uma arquitectura um pouco mais gótica!
Bairro Jordan - Um bairro super trendy com uma vibe muito descontraída e intima recheado de lojas e galerias encantadoras.

 Cafés & Gastronomia 
Relativamente a gastronomia confesso que não provámos grandes pratos típicos da cidade - a maioria dos pratos típicos tem carne como as Bitterballen ou a enguia fumada - Gerrokte Paling. No entanto, recomendo muito as panquecas (existe uma casa de panquecas a cada esquina - com uma variedade de panquecas e combinações como nunca vi em lado nenhum!) e as batatas fritas que se vendem em todas as tendas pela cidade (e que apetece devorar sempre que estamos numa rua nova!).
A cidade também oferece imensas opções vegetarianas por todo o lado como o Vegan Junk Food Bar. Relativamente a preços, conseguimos fazer refeições com valores normais sem nada muito excessivo. Sinceramente, ia com uma perspectiva de que fosse mais caro fazer refeições em Amsterdão. 

No que toca a cafés, existem tantos com esplanadas em locais que valem super a pena para relaxar, ler um livro e apreciar a vista. Recomendo o café de Jaren ou o Café Winkel.


Visitámos ainda Urtech - onde ficámos na casa do nosso amigo - é uma cidade mais pequena a meia hora de Amsterdão. Muito pitoresca e com imensos canais por todo o lado. Aqui há muito menos turistas e menos confusão. Aproveitámos para andar imenso de bicicleta. Visitámos ainda a zona de Zaanse Shcans uma zona típica da Holanda mais campestre com moinhos por todo o lado e com as casinhas típicas de lá. Estava um frio de rachar e eu já estava doente neste dia. Confesso que não aproveitei muito bem a visita neste dia por causa de estar doente e pelo tempo frio frio que apanhámos durante a manhã!
E Amsterdão foi isto meninas!
Espero que tenham gostado do report!
Um olá muito rápido depois de mais uma semana sem novidades por aqui (mas com algumas pelo instagram) para vos mostrar um dos últimos outfits que partilhei em tons de lilás, a cor desta próxima estação e para vos dizer que hoje vou para outra aventura. É verdade, depois de Roma, chegou a hora de outra cidade e qual será desta vez? Uma pista: desta vez vou sem o Rafael (não, ainda não é a despedida de solteira ahaha!).
 Desta vez, vou só com as amigas de faculdade, numa viagem prometida desde que nos conhecemos (não o sítio, mas o irmos as três numa viagem). Estou muito entusiasmada e prometo ir partilhando tudo pelo instagram! Quando voltar já sabem que vos mostro tudo por aqui também! Agora vou fazer as malas. Alguém sabe como se faz malas para um sítio que tanto diz que vai chover, como 6 graus ou 20 graus? Não faço a menor ideia! 
Um beijinho e até já! 

A really quick hello after more than a week without posting here (but I was posting on instagram) to show you one of my latest outfits that I wore with lilac shades, the color of this new season! Let me tell you that today I'll go to another adventure! After Rome in February, it's time for a new city, and which one will be this time? I'll give you a clue: My boyfriend won't go with me (no it's not my hen party quite yet ahaha!)
This time, I'll go with two of my best friends from university in a trip that we planned since the first year we met (not the place, but going on a trip together!). I'm really exited and I promise to share everything on instagram while I'm there. Next week, I'll share everything here! Now, it's time to organize my suitcase. Does anybody know how to organize clothes for a place where it says it will be rain then sun and twenty degrees and then six degrees? I have no clue!
One big kiss and see you soon!

I was wearing:
Jumper: Asos (old) (similar here) | Trousers: Mango (old) (similar here) | Shoes: Aldo (super old) | Bag: c/o Guess (old) | Sunglasses: Dior | Watch: c/o Burker (here

Uma das coisas que mais faço quando não tenho a mínima ideia do que vestir de manhã é agarrar numa camisola/blusa branca. Para mim não há nada que me salve mais das "crises do não tenho nada para vestir" do que um básico branco. Por isso, mais do que preto, acho que branco é essencial no armário e nunca mas nunca são demais. Depois dos básicos simples, encontrar aqueles básicos com um twist como por exemplo folhos, uns detalhes em renda, uns recortes nos ombros ou um decote  pouco usual fazem toda a diferença quando nos apetece vestir branco mas sem ser assim tão básico. Outra boa dica são os metalizados em cores neutras como esta saia. É provavelmente a saia plissada que tenho que mais uso, seja no Inverno ou no Verão, por ser isso mesmo: neutra mas com um twist por causa do metalizado! E meninas, esta estação para além dos tons pastéis, os metalizados estão tão fortes! 
Espero que gostem!
Boa semana! :)

One of the things that safes me in the mornings when I don't have any clue of what to wear is grab a white jumper or white shirt. To me there isn't any other pice that safes me more from my crisis of "I don't have anything to wear" than a basic white. For that reason, more than black, I think that white is essencial in a closet and you can never have such thing as too many white jumpers or shirts. After the basic simple whites, finding some good basics with a twist is something that I really love to do: some ruffles or lace, some cut outs on the shoulders or just a different cleavage make a huge difference when you want to wear white but without being that basic. Another great tip that I love is wearing metallics but in neutral shades as this skirt I'm wearing. From all my pleated skirts this one is the one I wear the most in summer or in winter time, because it's neutral, looks great with every color but since it metallic, it gives a nice twist when you pair it with a neutral look. And this new season the metallic trend is going to be huge!
I hope you like it!
Have a great week!
I was wearing:
Skirt: Zara (old) | Jumper: H&M (old) | Bag: Uterque (old) | Sunglasses: Celine | Boots: Zara (here) | Rings: Pandora 
No dia que fotografámos este look estava um vento danado. Daquele fresquinho que arrepia até ao osso. Levei um casaco grosso por cima, mas quando chegámos a este sítio, pensei que, para dar um ar mais primaveril à coisa, em tirar o casaco para as fotos. Esta vontade toda durou uns trinta segundos até achar que ficava mais confortável com o casaco, ou para ser mais descritiva, até achar que já tinha passado frio que chegasse :P
E a quantidade de meninas que me pediram a referência deste vestido? Confesso que na altura torci um pouco o nariz ao facto de ser azul marinho em vez de preto ahahah! Infelizmente a marca já não tem este padrão, mas tem exactamente o mesmo modelo em dois padrões diferentes! Deixo o link no fim do post se estiverem interessadas em cuscar!
Espero que gostem!

When we shoot this look it was windy as hell. I was wearing a heavy coat on top of the dress but when we arrived here, I thought that it was a good idea to give a little more of a spring vibe to the pictures so I took it off for hum...maybe thirty seconds or a minute. Just the enough time to take a couple of pictures. Then I put it back on and it felt so good! Spring where are you?
And the amount of girls who asked me the reference of this dress? I have to confess that when I bought it, I was a little bit disappointed because it was navy blue and not black, but now I kinda love it! Unfortunately, the brand doesn't have this print anymore, but they have the same model in two different prints! I leave the link down below in case you want to check it out!
I hope you like it! 
I was wearing:
Dress: River Island (old) (similar here) | Boots: Asos (old) | Bag: Michael Kors | Beret: Zara (old) | Sunglasses: Miu Miu 
Provavelmente já está tudo fartinho de ouvir falar de meteorologia e de Giseles, Hugos e outros que tais, mas bolas que fartinha deste tempo estou eu!! Se levo camisola fico com calor, se levo camisa fico com frio. Ora está um dilúvio, ora faz sol e ali no meio um misto entre sol e chuva. Estou confusa. Não me apetece vestir nada para além da minha roupa de casa. E eu a pensar que esta semana ia melhorar, mas não, comecei logo a semana com uma chuvada em cima para aprender a não me esquecer do guarda chuva em casa! 
Já nem peço sol, só menos chuva está bem? :P
Está mais alguém a "neura" do mau tempo? 

I don't know if you know that has been raining like crazy in Portugal for the past three weeks. And this weather is kinda confused! If I were a jumper and a coat I get hot during the day, if I just wear a shirt and a coat I get cold. During twenty four hours of the day we have storms, then sun and after that a mix of sun and rain. I have to confess that I'm not in the mood to wear something else rather than my comfy clothes that I wear at home which is kinda of impossible. And I thought this week would be better but no, we'll still have rain during the week. Well, I don't even ask for sun, I just wish the rain would stop for a couple of days :P


I was wearing:
Coat: Sacoor Brothers (on sale) | Shirt: Zara (old) | Jeans: Asos (here) | Belt: Gucci | Bag: Camelia Roma (here) | Boots: Zara (old) | Necklaces: Cinco (here) | Beret: Zara (old) | Sunglasses: Dior

E enquanto o tempo permite ando a dar o máximo de voltinhas com os meus casacos mais fofinhos até os colocar de lado e dizer olá aos blazers leves e trench coats. Confesso que já estou de olho nuns quantos tons de pastel que me andam a sorrir. E vocês? Já andam todas de olho nos tons leves de Primavera? Os rosas pálidos e os verde água (eu eu!) amarelos e azuis? 
Espero que gostem!

And while the weather isn't warm enough, I've been wearing all my fluffy coats until I start wearing all the light blazers and light dusters!  I have to confess that I have my eyes in some pastel colors for spring! And you? Do you have any favorite tones for this new season? I've been loving the light pinks and light greens but the stores are full of yellows and blues too!
I hope you like it!
I was wearing:
Coat: Mango (old) | Top: Mango (old) | Jeans: Asos (here) | Boots: Zara (here) | Bag: c/o Guess (old) | Hat: Zara (here) | Necklaces: Cinco (here) | Sunglasses: Miu Miu | Belt: Gucci | Watch: c/o Cluse (here) | Rings: Calvin Klein
Blogger Template Created by pipdig